Notícias

TAMANHO DO TEXTO

Trabalhadores da Casan decretam estado de greve

Postado em 13/06/2014 às 14:41:36

Interação:

Trabalhadores da Casan decretam estado de greve

Os trabalhadores da Casan decretaram estado de greve. A decisão foi tomada na assembleia que reuniu mais de 500 trabalhadores, em frente à matriz, na tarde de terça-feira. O estado de greve será mantido até o dia 25 de junho. Caso não haja uma decisão favorável aos anseios da categoria, a greve será deflagrada no dia 26. “A unidade existe e a greve é o caminho. Se a Casan apresentar uma boa proposta nesse período, marcamos uma nova assembleia estadual”, afirma o presidente do Sintaema, José Oliveira Mafra. De acordo com o dirigente, há muito tempo a categoria exige uma gestão mais técnica e com uma direção mais enxuta. Porém, as negociações não têm avançado, principalmente relacionadas ao acordo coletivo de trabalho. “É obrigação de todos os cidadãos trabalhadores e trabalhadoras reivindicar e lutar pelo bem público. Queremos uma Casan eficiente, mais democrática e com serviços de qualidade para toda a sociedade”, declara.

Entre as principais reivindicações dos trabalhadores destacam-se

1 - Redução do número de diretorias/assessores/consultores e funções comissionadas;

2 – Qualificação da gestão - Definição de um perfil técnico para ocupação do cargo de diretoria e de funções comissionadas;

3 - Contratação imediata de no mínimo 250 novos empregados(as) concursados(as);

4 - Fim das Superintendências Regionais e criação de Agências por região ou bacias hidrográficas;

5 - Eleger no mínimo um(a) Diretor(a) Executivo(a) da empresa, escolhido por eleição direta entre os funcionários de carreira, nos termos da Constituição Estadual;

6 - Fim das terceirizações e contratação de pessoal através de concurso público;

7 - Pela universalização do saneamento;

8 - Revisão do Plano de Cargos e Salários (PCS).

 

 

Últimas notícias

+ Ver todas as notícias