Notícias

TAMANHO DO TEXTO

NADA A ESCONDER

Postado em 13/07/2016 às 14:54:18

Interação:

NADA A ESCONDER

 

Quem não deve não tem nada a temer e nem a esconder. O vice-prefeito de Bombinhas, Paulo Henrique Dalago Muller, numa demonstração de abuso de poder, abordou carro de som que circulava pela cidade e proibiu a divulgação dos informes a respeito dos investimentos que o Governo do Estado esta disponibilizando, através da CASAN, para o município. O fato aconteceu na manhã de segunda-feira (dia 11/07, às 9h45), quando um veículo de publicidade, contratado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente (SINTAEMA-SC) circulava pelas ruas de Bombinhas, propagando tal mensagem.

No modus operandis, com requinte de ditador, o vice-prefeito, acompanhado de segurança pessoal e, em tom de ameaça, apreendeu o material de divulgação. Não existe motivo legal para esta atitude, uma vez que a lei municipal é bem clara a respeito de sonorização e propaganda:

“Lei Municipal 514 de 1999 regulamentada "Art. 1º - A utilização de veículos automotores para efetuar publicidade sonora nas vias e logradouros públicos deverá ser efetuado no horário compreendido das 09:00 às 12:00 e das 14:00 às 17:00 horas.  Parágrafo único: Revogado. (Redação dada pela Lei nº 700/2002)”.

Não podemos acreditar que o vice-prefeito desconhece as leis de seu município, portanto, fica a pergunta:  Qual o motivo que leva o vice-prefeito querer esconder da população  o conteúdo  do áudio? Observe, abaixo, o conteúdo do áudio que estava sendo divulgado e tire suas conclusões.

Segue abaixo, o conteúdo que estava sendo divulgado (e que será retomado) para que toda a população tenha seu direito a informação respeitado:          

Veja o texto:

O SINDICATO DOS TRABALHADORES EM ÁGUA, ESGOTO E MEIO AMBIENTE DO ESTADO DE SANTA CATARINA INFORMA:

COM INVESTIMENTO DA CASAN E DO GOVERNO DO ESTADO, DENTRO DE DOIS ANOS E MEIO BOMBINHAS ESTARÁ ENTRE AS PRINCIPAIS CIDADES CATARINENSES COM COLETA E TRATAMENTO DE ESGOTO.

SERÃO INVESTIDOS R$ 55,9 MILHÕES NO SISTEMA DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO.

A PREFEITURA NÃO PODE REJEITAR ESSA OFERTA SEM QUE A POPULAÇÃO SEJA OUVIDA. OS MORADORES DESTA CIDADE BRIGARAM MUITO PARA QUE A CASAN ALCANÇASSE ESSE NÍVEL DE INVESTIMENTO.

POR QUE REJEITAR TUDO ISSO AGORA QUE A POPULAÇÃO E A CIDADE ESTÃO PARA SER CONTEMPLADAS? POR QUE TROCAR O CERTO PELO DUVIDOSO?

ÁGUA É VIDA, PRIVATIZÁ-LA É CRIME!

 

PRESIDENTE DO SINTAEMA-SC – JOSÉ OLIVEIRA MAFRA

Últimas notícias

+ Ver todas as notícias