Notícias

TAMANHO DO TEXTO

Greve é o caminho

Postado em 13/06/2014 às 16:13:51

Interação:

 Greve é o caminho

“A unidade existe e a greve é o caminho. Se a Casan apresentar uma boa proposta nesse período, marcamos uma nova assembleia estadual”, afirma o presidente do Sintaema, José Oliveira Mafra. O estado de greve será mantido até o dia 25 de junho. E a greve será deflagrada no dia 26.  Caso a diretoria apresente uma proposta rebaixada de aplicar apenas o INPC, serão realizadas assembleias regionais para a análise.

Se a proposta for relevante aos interesses da categoria, uma nova assembleia estadual será convocada para avaliação e deliberação. “Vamos demonstrar à diretoria que não aceitamos desmandos e desrespeito no nosso Estado”, assinala o presidente.  

O representante da Intersindical Carlos Abraham, assim como dirigentes de outras entidades sindicais, participou da assembleia e apoiou a decisão. “Todos unidos por uma só questão. A luta continua companheiros. Nós vamos dar uma resposta, construiremos uma grande greve”, afirmou Abraham.

Para o vice-presidente do Sintaema, Genilson Teixeira Gomes, neste momento a greve é a única alternativa para que o trabalhador da Casan seja respeitado. “Não nos conformamos com migalhas. Temos que nos organizar para convencer o companheiro e radicalizar. Agora é todo mundo junto para sairmos vitoriosos”, destaca.  

Élvio Rodrigues da Rosa, também dirigente do Sintaema, afirmou que está com disposição para lutar e defendeu uma greve organizada. “Eu sou a favor da greve com vitória. Viva a nossa luta, que será enfrentada com inteligência e sabedoria”, afirma.

Ao final da assembleia, o diretor Odair Rogério da Silva mobilizou para a greve, destacando uma das reivindicações da categoria: a jornada de trabalho de seis horas. “A escala 4 x 2 é um ataque à categoria. Vamos construir o caminho da jornada de trabalho de seis horas. A partir de amanhã ninguém faz 4x2 no Estado de Santa Catarina”.

Últimas notícias

+ Ver todas as notícias